Digital representation
Digital representation thumbnail

Inventário de extinção do Convento de Nossa Senhora da Conceição de Braga

Description level
File File
Reference code
PT/TT/MF-DGFP/E/002/00014
Title type
Atribuído
Date range
1856 Date is certain to 1927 Date is certain
Dimension and support
2 proc., 2 liv. (1113 f.); papel
Scope and content
O Convento foi extinto em 30 de Junho de 1883 por morte da última religiosa.

O Convento foi fundado em 1625, por Geraldo Gomes, cónego da Sé de Braga, e por seu irmão Francisco Gomes, abade de Santa Maria de Adoufe, comarca de Vila Real. O terreno onde estava edificado o Convento e o campo fronteiro ao mesmo, chamado das Freiras, eram foreiros à Quinta do Avelar.

A avaliação e descrição do edifício foi executada a partir de 23 de Julho de 1858, na presença da madre abadessa D. Maria Adelaide do Sacramento, vigária D. Josefa Casimira da Conceição, da escrivã D. Maria Ermelinda, do desembargador e vigário geral do arcebispado de Braga e primaz Manuel António Alves Pereira, e de Manuel de Faria Vivas, funcionário da Repartição da Fazenda do distrito de Braga.

Contém inventários de descrição de avaliação de bens imóveis (rústicos e urbanos), e dos bens móveis, de foros, prazos, alfaias e objectos preciosos de culto e profanos, mobiliários, do cartório, mapas de seculares, de despesa.

Contém também ofícios, a conta do funeral da última religiosa, entre outros.

No cartório constavam inscrições de assentamento da Junta do Crédito Público, padrões de juro, livros: tombos dos foros e pensões, tombo do Mosteiro de Monção, dos foros, rendas, censos e pensões, livro da cobrança de foros e pensões, de despesa, de receita e despesa, da cópia de escrituras de emprazamento de várias propriedades, entre outros.

Em 1883, o edifício do Convento de Nossa Senhora da Conceição do Resgate de Braga, da Ordem de São Francisco, situado na Rua de São Geraldo, freguesia de São Tiago da Cividade, foi concedido por Carta de Lei de 19 de Maio de 1880, ao Colégio da Regeneração da cidade de Braga, com a igreja e alfaias, a cerca e mais dependências. Tratava-se de um estabelecimento de beneficência, destinado a pessoas do sexo feminino extraviadas e sem meios de subsistência.

A padroeira principal era a Virgem Santíssima sob a invocação de "Refúgio dos Pecadores", e a padroeira secundária era Santa Maria Madalena. Os seus estatutos foram aprovados, quer pelo governador civil do distrito de Braga, o bacharel Luís Cardoso Martins da Costa Macedo, visconde de Margaride, quer pelo arcebispo primaz de Braga, D. José Joaquim de Azevedo e Moura, em 27 de Maio de 1874. Depois da referida aprovação, a "Casa do Abrigo" passou a denominar-se "Colégio de Regeneração" que primitivamente, tivera as suas instalações na Casa do Areal, passando para a Casa da Armada, freguesia de São Vitor, em 1871.

Em 1874, o Colégio mudou-se para a Casa do Avelar de Baixo, na Rua dos Pelames, n.º 74 e, finalmente, quando o Convento foi extinto em 1883, e o edifício foi cedido à direcção do Colégio, por Portaria do Ministério da Justiça de 14 de Maio de 1879, estabeleceu-se no mesmo, tendo a direcção tomado posse a 3 de Julho.

A comissão protectora era constituída pela viscondessa de Pindela (Braga), marquesa de Monfalim e Terena (Porto), condessa de Rio Maior, D. Isabel e D. Teresa de Saldanha de Oliveira e Sousa (Lisboa), entre outras. No referido colégio aprendiam-se diversos ofícios.

Contém ainda documentos de 1904-1909, relativos ao Colégio da Regeneração instalado no convento após extinção do mesmo, nomeadamente um desdobrável intitulado "O Colégio de Regeneração de Braga na Exposição de Cristal Portuense em 1897"; os livros: o "Relatório do Colégio da Regeneração". Braga: 1904-1908. 19 p., e a "Memória Histórica do Colégio de Regeneração Braga", por Alberto Pinheiro Torres, director da Casa de Correcção do distrito do Porto. Braga: Tipografia a Vapor de J. M. de Sousa Cruz; 1905. 78 p.
Physical location
Ministério das Finanças, Convento de Nossa Senhora da Conceição de Braga, cx. 1880, 1882
Original numbering
IV/I/35 (1) a IV/I/35 (29) - caixa 21; IV/I/46 (1) a IV/I/46 (4) - caixa 23
Language of the material
Português
Creation date
19/03/2009 00:00:00
Last modification
28/04/2016 12:46:14